Archive for abril \28\UTC 2008

pra deixar pra tras

abril 28, 2008

tudo.

tudo o que.

tudo o que não.

tudo o que não faz.

tudo o que não faz mais.

tudo o que não faz mais parte.

tudo o que não faz mais parte (em partes).

tudo o que não faz mais parte de mim.

eu tenho toda uma vida pela frente. com você.

ontem foi um dia de bebedeira, pas. sinhos de dança idiotas no sofá, dj Thong, garotos de peruca, garotas de red lipstick, e tudo isso só pq a gente se sentia feliz e satisfeito. afinal, os ventos primaveris finalmente tão balançando os cabelos desgrenhados da juventude em Londres. a saudades da mãe, de painho e gege, dos amigos e da melzinha ainda estão aqui. mas esse sentimento não me isola mais da vida. picnic em victoria park, cerveja em pub cheirando a cachorro molhado, festa em casa bonita, cantorias e sinucas, e noodle soup do vietnamita, a vida aqui tá engrenando. eu prometi e vou cumprir. essa é minha grande motivação aqui. abrir os olhos cada manhã e ver que você ainda tá aqui. e tem sorriso. e um brilho particular nos olhos, que só brilha qdo você olha pra mim. eu to romântica, feliz, e com pressa de viver. muita pressa.

Sozinha

abril 7, 2008

Máximas do dia:

Cada um com os seus problemas.

O amor é um peixinho dourado que eu ganhei dentro de uma garrafa de plástico que eu esqueci na casa da minha vizinha.