Archive for the ‘sesentindosentida’ Category

capengando

março 26, 2008

parou de nevar. parei de me divertir. parei de me acalmar. parei e liguei 2 vezes pro banco pra melhorar mais ainda meu dia. é fácil dizer “estamos aí”, mais fácil ainda foi desmascarar. ah, eu vou lembrar. eu vou lembrar. e um dia, a gente se cruza, e vou fazer questão de ser exatamente o oposto do que você fez. eu vou ser tão legal com você, mas tão legal que vai ser impossível você não lembrar e não se sentir um lixo pelo dia que você me tratou mal por mesquinharia. e se a gente não se ver, anyway, o destino se encarrega de ajeitar as coisas. eu durmo chorando essa noite com certeza, mas é você quem acorda de manhã com pele ruim de noite mal dormida. todas as manhãs. teu travesseiro, cheio de pedras que você bota no caminho das pessoas, cheio de lixo que você joga nas pessoas. e todas as manhãs, eu acordo com uma nova idéia. e todas as manhãs eu acordo e lembro que eu sonhei com uma guitarra. e mesmo que isso signifique nada pra você, talvez um motivo de risada de 5 minutos, mas pra mim, tem feito toda a diferença. eu preciso dela de volta. a minha velha e alegre auto-confiança, mas talvez a falta dela, seja a minha diferença também. e a minha diferença, talvez seja o que vai fazer a diferença, entre uma coisa que você chama de business, e o que eu, mais e mais, tenho chamado de minha vida. dói se descobrir dessa maneira. dói muito. e meu ego tá por demais ferido (ele é grande e nervoso e tá ficando louco com a idade – tipo doberman). mas as coisas vão sair. e mais uma pra lista de deletados da minha vida.

leia, deleite-se, manda pro seu amiguinho do msn, comenta. chama de vaca, loser, ri da minha cara. eu não ligo. pq cagada ou não eu tenho algo que você, nunca vislumbrou e muito menos vai. e eu sei que você com essa sua imaginação limitada não tem nem idéia do que eu falo. acho que você não deve nem saber da existência.

eu tô sozinha. rá! rá! rá! mas em alguma hora da madrugada eu vou ter pés de novo pra aquecer a minha vida. frio. frio. frio. fome. fome. fome. espinafre. espinafre. espinafre. sem mais. sem menos. sem mais.

chorona. chorona. tu, turutum, turutu myyyyyyy chorona.

7:42

fevereiro 28, 2008

depois de todo o cafe que tomei ontem a noite trabalhando eu merecia dormir um pouco mais, mas como nao é jesus e sim eu mesma que me chicoteio, aqui estou em acordadinha. na verdade eu só vinha tomar agua, mas me deu vontade de escrever aqui. um pouquinho. post curto.

e eu vejo como tem gente no mundo que se arrepende do que escreve e apaga.
né?
vai que um dia precisa de mim?
tem que ter dinheiro pro desodorante da sola de sapato.
enfim. brigada pelo espaço do desabafo amigas.

boa noite.

vou voltar pra cama, pq se eu não conseguir dormir ainda um par de pés la pra me entreter. ta frio aqui. mas pelo menos parou de chover. o sol anda comigo. acabou o verão ai no hemisfério sul?? ah desculpa, ano que vem eu volto!